Visitantes

Kundalini, Chakras, Igrejas e Poderes

Esse é um tema que chama atenção de muitas pessoas que passam a estudar Gnosis, esoterismo ou ocultismo, em busca de poderes/faculdades etc. Aqui será dito a verdade nua e crua sobre o assunto:

Não devemos cobiçar os poderes, mas, sim, trabalharmos para sermos merecedores deles. Nossa meta principal não deve ser a de ganharmos poderes e, sim, o trabalho com a Dissolução (Morte) do Ego.

 

Com a Morte do Ego, poderemos Nascer para as Virtudes e, assim, Sacrificarmo-nos pela Humanidade. Os Veneráveis Mestres Samael e Rabolú sempre nos enfatizaram, em seus ensinamentos, que os autênticos poderes só podem surgir com os Três Fatores da Revolução da Consciência. Os poderes aos quais me refiro aqui são os poderes sobre os 4 elementos da natureza (Terra, Fogo, Água, Ar), Intuição, Telepatia, Clarividência, Clariaudiência e Ubiquidade, Voar etc.

 

Existem maneiras de se despertar faculdades como Telepatia, Clarividência, Clariaudiência, porém de forma subjetiva. De qualquer modo, tais faculdades serão distorcidas pela visão egoica, se tivermos o Ego muito vivo, o que pode ser perigoso para nós. Por isso a importância em se trabalhar com os Três Fatores.

 

Aclaro mais: A Clarividência corresponde a visões nos mundos da quinta dimensão, ou aqui no mundo físico, por exemplo: Ver pessoas que já morreram. O Venerável Mestre Samael sempre dizia que só o Verdadeiro Clarividente pode ver o futuro com exatidão assombrosa. Os Grandes Profetas foram Verdadeiros Clarividentes. A exemplo de Jesus, Budha, Krishna, Nostradamus, dentre muitos outros, porque desintegraram o Ego em 100%.

 

Se tivermos o Ego vivo e tivermos visões na quinta dimensão, essa visão poderá não corresponder com a realidade, isto é, porque o Ego distorceu nossa experiência. Determinadas cenas vistas na quinta dimensão podem ser apenas projeções inconscientes nossas que em nada correspondem com a realidade. Se vermos uma cena de alguém conhecido cometendo algo errado, correremos o risco de nos convertermos em caluniadores desta pessoa aqui no mundo físico. Por isso não devemos cultivar poderes com o Ego vivo. Deveremos estar bem mortos em nós mesmos para que a Mãe Divina Devi Kundalini nos presenteie com as maravilhosas faculdades e poderes do nosso Real Ser, do Íntimo, ou seja, quando estivermos preparados. Não devemos colocar a questão tempo nisso, o tempo varia de pessoa a pessoa, de acordo com o trabalho individual. O tempo não conta esotericamente. Devemos ter muita paciência nesses estudos.

 

“A palavra chakra vem do sânscrito e significa "roda", "disco", "centro" ou "plexo". Nesta forma eles são percebidos por clarividentes como vórtices (redemoinhos) de energia vital, espirais girando em alta velocidade, vibrando em pontos vitais de nosso corpo.”

Sete Chakras e respectivos órgãos e glândulas regidos por cada um deles

Temos 7 chakras e, cada um deles, rege um conjunto de órgãos e glândulas endócrinas de nosso corpo.

 

O trabalho de vocalização para desenvolvimento dos chakras não desperta os verdadeiros poderes. O Ego é quem desequilibra os nossos chakras ao longo da vida e, portanto, nosso corpo físico, nos levando à velhice e ao falecimento. O verdadeiro trabalho de desbloqueio e equilíbrio energético dos chakras só pode ser feito através da Morte do Ego e, de uma maneira mais completa, por meio da ascensão do Fogo Sagrado de Devi Kundalini. Essa é a verdadeira fonte da imortalidade.

 

Os poderes podem ser desenvolvidos de maneira positiva ou negativa. Somente através dos Três Fatores poderemos desenvolvê-los de forma positiva. Os poderes desenvolvidos de maneira positiva relacionam-se com os mundos superiores. Os poderes desenvolvidos de maneira negativa relacionam-se com os mundos inferiores (infra-dimensões ou infernos). Entretanto, há poderes que só podem ser desenvolvidos de maneira positiva, Exemplos: Intuição, Controle sobre os 4 elementos, Ubiquidade, Telepatia.

Explicação sobre os Poderes:
 

Intuição: É a capacidade de pressentir perigos ou, também, de receber orientações sobre o nosso trabalho esotérico. A Intuição também nos ajuda a compreender defeitos, além de nos impulsionar a ações que nos favoreçam espiritualmente. Essa faculdade nos permite a comunicação do nosso Real Ser (ou Íntimo) conosco, por meio do coração. Esse é o único poder do qual o Ego não pode se aproveitar ou distorcer. A Intuição é a única faculdade pela qual somente o Íntimo pode se manifestar. Todas as outras faculdades podem ser aproveitadas pelo Ego, por isso, a Intuição é a única faculdade que nos é aconselhada a desenvolver inicialmente. Devemos estar atentos sempre ao nosso coração para captarmos os avisos do nosso Ser. Qualquer processo de dúvida ou raciocínio, interrompe, imediatamente, o aviso. Normalmente, as mulheres possuem uma capacidade de Intuição maior do que a dos homens, porque estes estão habituados a raciocinar mais, devido a sua natureza. O que não significa que o homem não possa desenvolver esta faculdade também. A Intuição pode ser despertada subjetivamente com a vocalização diária da vogal 'O'. Entretanto, a verdadeira Intuição só pode ser desenvolvida com os Três Fatores.

 

Clarividência: Capacidade de ver mortos, cenas do futuro nos mundos superiores (ou inferiores), fenômenos físicos imperceptíveis a pessoas normais, ou fenômenos extra-físicos (correspondentes a outras dimensões).

 

Clariaudiência: Capacidade de escutar sons (vozes de seres, dentre outros) dos mundos superiores (ou inferiores).

 

Telepatia: Capacidade de ler os pensamentos de outros, ou de comunicar-se com outras pessoas (de qualquer parte do universo ou de outras dimensões) a distâncias indetermináveis, somente por meio do pensamento.

Ubiquidade: Capacidade de estar em dois ou mais lugares ao mesmo tempo.

 

Colocar o corpo físico na quarta dimensão (ou quarta coordenada): Por meio dessa faculdade, é possível realizar as seguintes façanhas: Colocar o corpo físico a alturas indetermináveis do solo e deslocar-se com ele para qualquer lugar do universo (Voar). Atravessar paredes, montanhas (ou quaisquer objetos sólidos), ou incêndios, sem ter nenhum tipo de dano no corpo físico. Foi por meio dessa faculdade que Jesus, O Cristo, andou sobre as águas.

 

Desdobramentos Astrais instantâneos: Capacidade de sair em astral sem esforço, a qualquer momento que se desejar.

 

Poder sobre o Elemental Terra: Capacidade de controlar os elementais do tipo Terra (Gnomos), podendo, portanto, causar tremores de terra, terremotos etc.

Poder sobre o Elemental Fogo: Capacidade de controlar os elementais do tipo Fogo (Salamandras), podendo, portanto, apagar incêndios com facilidade, explodir vulcões adormecidos etc.

 

Poder sobre o Elemento Água: Capacidade de controlar os elementais do tipo Água (Nereidas) podendo, portanto, provocar chuvas, maremotos etc. (Foi por meio desse poder que Moisés abriu o Mar Vermelho).

Poder sobre o Elemental do Ar: Capacidade de controlar os elementais do tipo Ar (Sílfides), podendo, portanto, apaziguar tempestades, provocar furacões etc.

 

Tais Poderes descritos são adquiridos por meio da ascensão do Fogo de Devi Kundalini (Serpente Ígnea dos Mágicos Poderes) e consequente ativação das Igrejas e Chakras, localizados ao longo da coluna vertebral. A Kundalini só pode ser desperta por meio dos Três Fatores da Revolução da Consciência. Leia mais a respeito no Capítulo 7“As Sete Igrejas” do livro “O Matrimônio Perfeito”.

Paz Inverencial!

Vídeo: Representação Alegórica da ascensão de Devi Kundalini Shakti

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now